Caminhos

A psicoterapia baseia-se na associação livre: o paciente fala à vontade sobre seus sentimentos e situações. Pode falar do presente, de situações passadas, planos e temores em relação ao futuro.

O terapeuta escuta com atenção, observa o paciente como um todo: entonação de voz, tônus muscular, postura e gestos. Leva em conta toda a expressividade do paciente e faz a ele perguntas e colocações, colocando-se de maneira ativa.

O objetivo do trabalho é aumentar a percepção de si e dos outros, trabalhar a autocrítica e a autoestima, diminuir a ansiedade, expandir a capacidade de produção (trabalho/estudos), ampliar circulo de relacionamentos e interesse por lazer, visando o bem estar do paciente enquanto ser humano total.

Na psicoterapia de crianças o terapeuta utiliza um material lúdico. Através de jogos, brincadeiras, desenhos e conversas, constrói-se um espaço de troca com a criança.